filosofia

Liberar a expressão

A imanência é precisamente a vertigem filosófica, inseparável do conceito de expressão: (...) plano de imanência, aquilo que pode ser endereçado aos filósofos e aos não-filósofos, uma peça delicada de seu sistema - que se destaca como capítulo em “O que é a filosofia?”, mas que na verdade está presente em toda sua obra. “ Que é um campo transcendental?

Deus está no mundo, o mundo está em Deus.

webdeleuze: (Na Ética)... a proposição especulativa de Spinoza é: só existe uma única substância absolutamente infinita, ou seja, que possui todos os atributos, e aquilo que se chama de criaturas não são criaturas, mas os modos ou maneiras de ser dessa substância. Portanto, uma única substância possuindo todos os atributos e cujos produtos são os modos, as maneiras de ser.

Adorno asks Canetti

Canetti, Elias + Theodor Adorno: Crowds and Power: Adorno asks Canetti about the close relationship between crowds and
power, survival and self-preservation, and his idea of the "invisible
crowd." Adorno begins by commenting that Canetti's anthropological
works reveal a usually neglected theory about human society and its
power structures. This essay was meant to diagnose the key problems of
contemporary post-World War II society.

Fortes e fracos

Não nos enganemos: os fortes aspiram a separar-se e os fracos a unir-se; se os primeiros se reúnem, é para uma ação agressiva comum, que repugna muito à consciência de cada qual; pelo contrário, os últimos unem-se pelo prazer que acham em unir-se; porque isto satisfaz o seu instinto, assim como irrita o instinto dos fortes. Toda a oligarquia envolve o desejo da tirania; treme continuamente por causa do esforço que cada um dos indivíduos tem que fazer para dominar este desejo.
--
Friedrich Nietzsche, in 'Genealogia da Moral'

Mônadas em Tarde

Desde o início de Monadologia e sociologia, a surpresa é inevitável: em vez de fazer a sociologia surgir de uma ruptura radical com a filosofia, Tarde busca na filosofia os princípios ontológicos de um "ponto de vista sociológico universal" (p. 58). Para tanto, ele convoca uma intrincada noção: "as mônadas, filhas de Leibniz" (p. 19). Em Leibniz (1714), as mônadas são as partículas elementares, as substâncias simples de que os compostos são feitos.

Heterogênese maquínica

Guatarri foi o primeiro a dissertar sobre o pós-midiático. 'Heterogenese maquinica' trata das capacidades maquínicas, das diferentes formas de maquinismos que podem escapar as diferentes correntes filosóficas.

Ele hierarquiza máquinas de proto-máquinas a maquinismos. Por exemplo: as máquinas diagramáticas: permitem processos de significação fractal, matemática, que incorpora o comportamento e modifica algo apresentando novas constelações significativas.

Substância

A proposição especulativa de Spinoza é: só existe uma única substância absolutamente infinita, ou seja, que possui todos os atributos, e aquilo que se chama de criaturas não são criaturas, mas os modos ou maneiras de ser dessa substância. Portanto, uma única substância possuindo todos os atributos e cujos produtos são os modos, as maneiras de ser. Desde então, se eles são as maneiras de ser da substância que possui todos os atributos, esses modos existem nos atributos da substância. Eles estão compreendidos nos atributos.
--
DELEUZE / SPINOZA
Cours Vincennes - 25/11/1980

Ponto de vista

Ante a nau, o que se move é o continente
-- Michel Foucault

Existência

A "existência" é uma suspensão temporária entre o nascimento e a morte O projeto de vida do homem tem origem no seu passado (em suas experiências) e continuam para o futuro, o qual o homem não pode controlar e onde esse projeto será sempre incompleto, limitado pela morte que não pode evitar.
-- Heiddeger

Conteúdo sindicado